Quando dá vontade de escrever…

image

Sempre foi meu sonho ter um blog, escrever o que penso, o que gosto, o que não gosto, e o que admiro. Escrever quando desse vontade, quando desse na teia, quando não tivesse o que fazer. Pois é, nunca fiz um porque não sabia(digo isso porque a primeira vez que tentei fazer foi quando eu tinha 12 anos). Depois a vida foi me ocupando com a vida, isso mesmo, com as atividades da vida que com tempo descobrimos o quão necessárias são. Eu não tinha noção de quanto trabalho dava sobreviver para viver. E se bem que, eu nunca quis ter a responsabilidade de sobreviver. Trabalhar.Cozinhar.Lavar roupas.Pensar num futuro distante. Criar uma conta. Votar.Essas coisas nunca haviam sido prioridades.

Como todos os seres humanos, eu aprendi que não temos escolhas na questão de ter que trabalhar. É necessário. Mas  de verdade mesmo eu tenho meus 20 anos e não sei em que quero trabalhar. É confuso, e estranho. Óbvio que já tive a certeza absoluta de várias profissões em várias fazes da minha vida. Aos 6 anos, queria ser bailarina. Aos 9 tive uma súbita vontade de ser advogada depois de ver uma reportagem super legal na TV. Aos 13 criei a ilusão que poderia ser apresentadora, até cheguei a gravar uns videos com uma amiga só para treinar, mas não deu em nada. Aos 16 comecei a pensar em fazer faculdade de Marketing Digital, fiz curso e tudo mais estava me sentindo no paraíso, mas também não foi muito longe, quando eu descobri como essa profissão realmente é. No ano seguinte eu me dediquei demais na profissão de Fotógrafa, mas meio que desanimei no caminho e acabei aceitando que era somente um Hobby.Quando eu completei 18 anos, que saí do ensino médio, só pensava em sair da casa da minha mãe, queria conquistar minha independência.

Hoje aos vinte,quase vinte e um, não seio o que quero. A única certeza que tenho é que amo escrever, amo estar nas redes sociais me atualizando sobre minhas séries,  as vezes me pego pensando se não deveria ser editora. Mas pra falar a verdade acabei descobrindo uma coisa sobre mim. EU NÃO TENHO CORAGEM DE ENFRENTAR QUEM EU SOU. Pois é, eu não boto fé que eu tenha capacidade de fazer qualquer que seja a coisa na qual queira me dedicar. Isso é triste e trágico, mas ultimamente acho que já dei o primeiro passo, que é cair na real.

Bem vindo mundo. Estou pronta para testar minhas possibilidades.

 

 

#vida #life #post #blog #futuro #livro #editora #outrodia #newday

 

Anúncios

RESENHA – GUIA POLITICAMENTE INCORRETO DA HISTÓRIA DO MUNDO

download

Eu posso confessar que li muitos livros com histórias interessantes, mas o GUIA POLITICAMENTE INCORRETO DA HISTÓRIA DO MUNDO,

me surpreendeu, por ser um livro meio histórico. Isso mesmo, ele é ‘meio” histórico sem ser chato (mas eu não acho história chata, sempre amei), ele trás em cada capitulo um tema, e personagem diferente, que fizeram parte das grandes mudanças do mundo.

Pra deixar bem claro vou citar uns aqui, nele vem coisas bem reveladoras sobre: Adolf Hitler, Mahatma Gandhi, Isaac Newton, Napoleão Bonaparte, Nelson Mandela, entre outros.
Juro que nunca imaginei o quanto a escola me ensinou errado tanta coisa. O mais interessante é que a cada capítulo a pessoa se pega imaginando o porque. O pior mesmo é quanto dá pra alienar os seres humanos com essas histórias, e através de palavras. Tenho certeza que depois de ler esse livro pensaremos duas vezes antes de acreditar em qualquer coisa que inventem sobre tudo por ai.

“O comércio foi o grande pacificador do mundo. Ele é capaz de promover a paz pela troca de favores.”

capitulo – Paz no mundo

Estou chocada em saber que existiam pessoas que diziam :”Foi uma honra para mim estar entre os primeiros estudantes que participaram daquele trabalho pioneiro”, escreveu uma voluntária durante a guerra nazista, que era a favor de Hitler. Foi mais louco ainda, saber que Mahtma Gandhi considerava as pessoas negras inferiores e que ele considerava Adolf Hitler um líder grandioso. E tão louco foi, descobrir que Madre Teresa de Calcutá, chegou a desviar dinheiro que era direcionado para a saúde. Só consigo imaginar que o mundo é uma grande loucura.

Este livro é um guia contra toda a doutrinação que muitos brasileiros sofreram na escola. Não tem a pretensão de contar toda a história do mundo: o seu alvo são os principais mitos sobre os últimos 2 mil anos que , apesar de terem sido derrubados há muito tempo por historiadores, prevalecem nos livros didáticos , nas provas do Enem das conversas de bar. Por fim, foi tudo muito legal. E não achem que só tem esse não viu, tem uma coleção completa de GUIAS.

serie-politicamente-incorreto

LIVRO: Guia Politicamente Incorreto do Mundo.

EDITORA: Leya

AUTOR: Leandro Narloch

 

Bjs, e até a próxima.

Sara.